Entrevistas

Dia e Noite Falando de Orlando

 Aline Menegat herdou a paixão pela Disney da mãe que trabalhava como guia em Orlando. Com 15 anos, Aline já tinha visitado mais de 10 vezes a cidade e após a faculdade, decidiu abrir uma agência de viagens, a Manegatour que ganhou, em 2016, uma filial em Orlando.
 
No último ano da faculdade, Aline tomou coragem e foi trabalhar como Cast Member no complexo, uma experiência que aumentou ainda mais o conhecimento sobre a Disney e que ajudaria na futura empresa.
Hoje, morando em Orlando, ela une trabalho, diversão e família. E aquela criança e adolescente que passava dia e noite Falando de Orlando continua até hoje compartilhando dicas sobre um dos destinos turísticos mais visitados do mundo.

O Viva Disney e Orlando conversou com Aline que contou um pouco sobre sua vida na cidade, a agência de viagens e a paixão pela Disney.

 
Viva Disney e Orlando: Conte como começou a sua paixão por Orlando e a oportunidade de abrir uma filial da sua agência de turismo, a Menegatour, na cidade.
Aline Menegat: Em 1991, quando tinha 6 anos, viajei para a Disney pela primeira vez, em uma excursão. Tenho tantas, mas tantas memórias daquela viagem, que tenho certeza de que foi o início desse caso de amor. Por minha sorte, o dono da agência de viagens pelo qual viajamos convidou minha mãe para se tornar uma de suas guias. Ela, que era professora de inglês num curso renomado da nossa cidade, logo no ano seguinte começou a montar grupos de alunos e sempre fez questão de levar junto toda a família. Quando eu completei 15 anos, já tinha ido à Disney mais de 10 vezes, e adivinha o que escolhi de presente, ao invés de festa?! Mal chegava de viagem, e já mergulhava nesse universo mágico como podia: só ouvia música dos parques, montava álbuns com fotos da viagem e de revistas, editava fitas no vídeo cassete… Minha brincadeira favorita era organizar viagens à Disney de clientes imaginários, lembro-me bem! Os anos foram se passando, segui acompanhando os grupos da minha mãe, e quando finalmente me formei na faculdade, em 2005, criamos nossa agência de viagens, a Menegatour. Desde o início, nosso foco sempre foi dar um atendimento mais próximo e personalizado aos nossos clientes. Foram inúmeros grupos – de adolescentes, familiares, com foco em compras, enxoval – e muitas famílias viajando independentes. A indicação de nossos passageiros sempre foi nossa maior campanha de marketing. Porém, sabíamos que estando em Orlando, nossa assistência poderia ser ainda mais completa. Depois de muito planejamento, no início de 2016 abrimos nossa filial nos EUA, e hoje é uma realização imensurável poder morar em Orlando, ter a Disney como meu “quintal de casa”, e realmente contribuir para que as viagens de nossos passageiros sejam um verdadeiro sonho.
Viva Disney e Orlando: Você é criadora do blog Falando de Orlando que faz sucesso também nas redes sociais. Conte como surgiu a ideia de criar o Falando de Orlando?
Aline Menegat: Essa overdose de Disney durante a vida toda me tornou uma pessoa muito sonhadora. Walt Disney sempre me ensinou que se podemos sonhar, podemos realizar. Então, segui para mais uma busca de realização pessoal. Aquela menininha que ficava o dia inteiro explicando as atrações e criando roteiros para a parede sempre sonhou em falar de Disney, todo dia, o tempo todo. As redes sociais foram o caminho perfeito para isso se materializar. Antes mesmo de nos mudarmos para os EUA, compramos os domínios e registramos a marca do Falando de Orlando, sabendo que um dia poderia unir o prazer de estar imerso no mundo Disney ao crescimento profissional de nossa empresa.
Viva Disney e Orlando: Você já foi uma cast member. Conte com detalhes como foi viver essa experiência?
 
Aline Menegat: Durante minhas viagens enquanto adolescente, sempre via brasileiros trabalhando na Disney e perguntava como haviam conseguido. Eu sabia que em algum momento da faculdade poderia participar, mas confesso que tinha muito medo de me aventurar sozinha, e fui adiando até o último ano do curso. Quando vi que não tinha jeito, era naquele momento ou uma oportunidade incrível como essa escaparia das minhas mãos, fui com tudo. Na entrevista com o representante da Disney, desandei a falar sobre minha paixão e os ensinamentos de Walt Disney. O homem nem piscava, era nítido que estava diante de uma legítima Disneymaníaca! Fui aprovada e começou uma jornada que surpreendentemente me assustou de início. Até o momento em que fizemos o Traditions – um curso feito na Disney University que levo pra vida, pois me ensinou a filosofia da empresa, que é simplesmente encantadora, e coloca a satisfação do cliente acima de qualquer coisa – estava tudo lindo. Quando começou o trabalho braçal, não foi fácil, não. Trabalhava no Sunset Ranch Market, no Hollywood Studios, ao lado da Torre do Terror. Nossas funções variavam o tempo todo, íamos do caixa até a limpeza das mesas e retirada do lixo. Quando o restaurante fechava, era hora de limpar tudo e repôr o estoque para o dia seguinte. Eram de 8 a 15 horas em pé. Para quem ainda estava na faculdade, sem ritmo de trabalho árduo, foi complicado. Com o tempo fui me acostumando, e passei a amar cada momento como Cast Member, a interação com os Guests, o prazer imenso que tinha em conversar com os brasileiros que assim como eu, quando estava do outro lado, se encantavam por ver uma conterrânea trabalhando na Disney. Eu sabia que estar nos bastidores do lugar que mais amo neste mundo seria uma experiência rápida e inesquecível, e queria aproveitar cada segundo. Agora vou contar um pouco mais sobre o dia a dia de um Cast Member. Morei em dois condomínios, ambos pela área de Lake Buena Vista. No primeiro, dividia o apartamento com 4 americanas, depois pude trocar para morar com mais 4 brasileiras e uma argentina. O pagamento da moradia era descontado do nosso salário, mas os custos eram bem baixos. Ônibus circulavam com frequência entre os condomínios, todos os parques e Disney Springs (Downtown Disney, na época), e ainda tinha um para o Walmart, onde fazíamos nossas compras. Na primeira semana, usávamos uma fita vermelha junto com o crachá em que estava escrito “earning my ears” – ou “ganhando minhas orelhas”, em tradução livre – para mostrar que estávamos em treinamento. Um Cast Member mais experiente nos acompanhava explicando as funções em cada restaurante (porque no Sunset Ranch eram vários), e podíamos escolher o que quiséssemos de almoço, para experimentar os pratos que iríamos vender. Como eram muitas, mas muitas funções, não cheguei a treinar em todas. Um dia me desesperei quando acabou o chocolate quente no quiosque na saída da Torre do Terror e eu não fazia ideia de como trocava! Mas tínhamos uma equipe ótima de suporte para nos socorrer quando preciso. Os gerentes também eram muito atenciosos e nos tratavam muito bem. Sempre digo para todo mundo que podem comer a comida da Disney de olhos fechados, pois a higiene e organização da cozinha é impecável. Nos bastidores, tínhamos uma praça de alimentação pequena, mas com a comida bem gostosa. Aproveitávamos para literalmente colocar os pés para cima para amenizar a dor, que principalmente nos primeiros dias era insuportável. Eu buscava uniformes limpos a cada semana, um para cada dia, e depois devolvia para eles lavarem. Pensa na alegria de uma Disneymaníaca ao passear pelos corredores em que ficavam os uniformes de todas as áreas do parque? Nos poucos dias de folga, aproveitávamos para curtir os parques da Disney, aos quais tínhamos livre acesso. Ganhamos alguns ingressos para nossos familiares também. Atendi minha mãe em um dos restaurantes que trabalhava e o gerente quando viu de quem se tratava, prontamente pediu que eu preparasse um sorvete caprichado de cortesia para ela. Disney sendo Disney! Foi uma experiência incrível, um aprendizado para a vida toda. Pena que passou rápido demais, que saudades tenho de tudo aquilo!
Viva Disney e Orlando: Quais são os serviços que vocês oferecem na Menegatour?
Aline Menegat: Quando criamos a Menegatour, atuávamos como uma agência convencional, com pacotes para o mundo todo. Hoje em dia, oferecemos passagens aéreas, carro e seguro saúde para qualquer destino, porém, nossos pacotes são focados principalmente em Orlando, e também Miami, Nova York e Califórnia. Em Orlando, por termos uma equipe própria local, conseguimos prestar uma assistência mais completa, o que é uma grande diferencial para nossos passageiros. Dentre nossos serviços estão: venda de passagens aéreas, hotéis ou casas de temporada, aluguel de carro, transfer, venda de ingressos, seguro saúde e locação de carrinhos infantis. Aos passageiros que fecham todo o pacote conosco, oferecemos os seguintes benefícios: roteiro personalizado, analisando diversos fatores que influenciam na lotação dos parques; nos colocamos à disposição para tirar dúvidas via WhatsApp, e-mail ou telefone, agendamos FastPasses, refeições temáticas e outras atrações; disponibilizamos nossas apostilas de dicas; aos que chegam e retornam por Orlando, alguém de nossa equipe recepciona as famílias no aeroporto para auxiliar na retirada do carro, e na volta, transporta as malas que não couberem no carro dos passageiros; emprestamos cadeirinha de carro para crianças até 6 anos e aparelho do Sunpass, para passarem direto pelos pedágios; entregamos os ingressos físicos da Disney no dia da chegada, assim não precisam perder tempo na fila do 1º parque para trocar o voucher pelos cartões; compramos e vinculamos antecipadamente MagicBands para os passageiros que desejarem e muito mais. Ter o suporte de uma equipe sediada em Orlando durante a viagem é uma tranquilidade para as famílias.
Viva Disney e Orlando: Como mãe, que dicas que você sugere para famílias que viajam com crianças para Orlando?
Aline Menegat: Em primeiro lugar, escolher uma boa época do ano. Vale evitar épocas com temperaturas extremas, mas principalmente fugir dos meses com lotação alta nos parques. As crianças não têm paciência de esperar em filas longas, e isso influencia diretamente no aproveitamento da viagem. Historicamente, os períodos mais tranquilos são: Janeiro, após os dias 08-10, quando finaliza o recesso de fim de ano dos americanos: Fevereiro – 1ª quinzena; Maio – 1ª quinzena; Agosto – final do mês; Setembro – o mês todo; Outubro – início do mês; Novembro – 1ª quinzena e Dezembro – 1ª quinzena. Que os meses de Junho, Julho e Agosto (até a 2ª quinzena) e o período de Natal e Ano Novo são muito cheios, todo mundo já sabe. Agora, recebemos muitos pedidos para Março e início de Abril de pessoas que não fazem ideia de que se trata do período de Spring Break aqui nos EUA. Como não há uma data fixa, as escolas e faculdades tiram suas férias em semanas diferentes e, com isso, a cidade fica bem cheia, principalmente de 10 de Março a 15 de Abril. Em relação ao roteiro, acho imprescindível colocar dias de descanso a cada 2 ou 3 parques. É claro que ninguém precisa dormir o dia todo em dólar, mas acordar mais tarde e fazer programações mais leves, como por exemplo o Disney Springs. Para crianças até 6, 7, às vezes 8 anos, alugar um carrinho confortável é essencial. Se a maratona de parques é pesada para os adultos, imagine para uma criança. Nossos passageiros sempre falam que foi o melhor investimento da viagem.

Viva Disney e Orlando: O que Orlando representa para você?
Aline Menegat: Viver em Orlando é a realização de um sonho que tenho desde criança. Visitando anualmente a cidade desde os 6 anos pude acompanhar o crescimento dos parques e da região, e sentir de perto detalhes que fazem toda a diferença na qualidade de vida de uma família, dentre os quais destaco: segurança, organização, ensino público de qualidade, preços justos, e o retorno nítido dos impostos que pagamos. Poder aliar tudo isso à minha paixão pela Disney, e o crescimento da minha empresa, foi realmente a combinação perfeita. Ver minha filha falando inglês melhor do que eu, que estudei tantos anos, é um orgulho. E poder compartilhar com minha família a alegria de visitar os parques e tudo de maravilhoso que Orlando tem a oferecer todos os dias é simplesmente a cereja do bolo.
Quer conferir as dicas da Aline, é só acompanhar no Instagram e no Facebook.

Sem Limites para falar sobre Orlando


A história de Silvia Cervi com Orlando teve início quando ela tinha 14 anos, a primeira vez que visitou a cidade. Em 2012, surgiu a oportunidade de Silvia se mudar com toda a família para os Estados Unidos. E desde então, Orlando é o lar dela, do marido e da filha.

Com a mudança, Silvia começou a fazer postagens nas redes sociais sobre curiosidades e novidades de Orlando. Então, ela teve a ideia de criar um blog, o No Limits by Silvia Cervi.

O Viva Disney e Orlando conversou com Silvia que contou um pouco sobre a vida nos Estados Unidos e os lugares preferidos em Orlando. Veja a entrevista abaixo:

Viva Disney e Orlando: Conte como surgiu a oportunidade de se mudar para os Estados Unidos?

Silvia Cervi: A oportunidade de mudar para os Estados Unidos surgiu quando meu marido foi aceito na Universidade da Flórida para realizar um mestrado. Nos mudamos para Gainesville, moramos lá por pouco mais de dois anos. Viemos para Orlando, pois ele foi contratado pela empresa à qual ele realizou o estágio e aqui estamos até hoje.

Viva Disney e Orlando: Quais foram as maiores dificuldades?

Silvia Cervi: A língua é uma grande barreira, não posso dizer que foi fácil, mas a maior dificuldade foi a distância dos meus pais e das minhas irmãs. Não tive problema nenhum com a adaptação à vida americana, bem pelo contrário, foi muito tranquilo.

Viva Disney e Orlando: Como é morar próximo aos parques da Disney?

Silvia Cervi: Morar perto dos parques é além de um privilégio, um sonho que virou realidade. Mesmo podendo estar lá todos os dias, nada perdeu o encanto e a magia. Eu ainda continuo descobrindo coisas diferentes todos os dias.

Viva Disney e Orlando: Como surgiu a ideia de criar o blog No Limits by Silvia Cervi?

Silvia Cervi: Quando eu ainda estava morando em Gainesville, para praticar meu Inglês, eu ficava lendo as notícias dos jornais e blogs gringos e as mais legais eu traduzia e postava no Facebook. Aos poucos, as pessoas começaram a me perguntar qual era o meu blog, então depois que eu já estava morando em Orlando, decidi não só fazer posts no Facebook. Então, criei o No Limits by Silvia Cervi.

Viva Disney e Orlando: No feed do seu Instagram você posta fotos de muitos pratos deliciosos. Quais são os seus restaurantes preferidos em Orlando?

Silvia Cervi: Aaaaa eu adoro comer!!! Ir em restaurantes é uma das coisas que eu mais gosto de fazer aqui!! Eu gosto muito de restaurantes locais e sempre estou procurando novidades. Eu tenho muitos preferidos, vou deixar aqui uma listinha de cinco deles:
– Sonny’s BBQ
– Bosphorous Turkish Cusine
– Longhorn Steak House
– Rocco’s Tacos
– Piazza Italia

Viva Disney e Orlando: Que dicas além dos pontos turísticos tradicionais você indica para visitar em Orlando?

Silvia Cervi: Eu sempre acho que as pessoas deveriam conhecer o Downtown de Orlando e Winter Park, eles são bem pertinhos um do outro e dá pra reservar um dia da viagem para fazer esse passeio. A Park Avenue, em Winter Park é super charmosa e cheia de lojinhas e restaurantes legais!

Viva Disney e Orlando: O que Orlando representa para você?

Silvia Cervi: Orlando pra mim reapresenta realização. É a prova viva de que tudo que a gente deseja pode virar realidade, tendo objetivo e determinação. A vida aqui está longe de ser fácil, mas todo o sacrifício até agora valeu a pena!

Se quiser saber mais sobre Silvia, basta visitar o blog ou o instagram.

A liberdade de viajar sozinha

Viajar desacompanhado pode ser desafiador para muitas pessoas, mas não para Denise Tonin que encoraja os leitores do seu blog, o Viajante Solo, a desbravarem o mundo com a melhor companhia que você pode ter, você mesmo.

Em 2013, durante uma viagem ao Canadá, Denise percebeu que havia pouca informação online sobre viajar sozinho e um ano depois decidiu criar o Viajante Solo, voltado principalmente para mulheres. O blog é o primeiro do brasil a abordar o tema “viajar sozinha”com artigos descontraídos e úteis sobre dicas para um melhor planejamento, seja em roteiros, gastronomia ou compras.

Além do blog, ela é idealizadora do Solo Travel Week, uma semana em que ela compartilha conteúdos online. E para quem deseja mais dicas, basta participar do grupo no Facebook, o Viajar Sozinha Dicas e Experiências de Viagem. 

Dentre tantos destinos, dezenove países no total, Denise já visitou a cidade de Orlando e o Viva Disney e Orlando a convidou para uma entrevista em que ela conta um pouco mais sobre o Viajante Solo e oferece dicas de como viajar sozinho para Orlando. Leia abaixo:


Viva Disney e Orlando: Conte como surgiu a ideia de criar o Viajante Solo?

Denise Tonin: A ideia do blog nasceu nas minhas viagens de trem pelo Canadá em 2013. Foi uma viagem incrível! Eu via aquelas paisagens maravilhosas pela janelinha do trem e me sentia super feliz e jamais sozinha. Lembrei das perguntas que ouvia: você vai viajar sozinha? Por quê? Não tem medo? E se acontecer alguma coisa? Além disso, na época havia pouca informação a respeito disso no Brasil. E assim surgiu o Viajante Solo, online desde final de 2014 e primeiro blog no Brasil a falar especificamente sobre viajar desacompanhada.

Viva Disney e Orlando: Quem é o público alvo do seu blog?

Denise Tonin: O Viajante Solo está voltado, principalmente para mulheres que já viajam sozinhas e para mulheres que querem viver essa experiência de forma segura e econômica e não sabem muito bem por onde começar. Os artigos refletem as minhas experiências pessoais e procuram inspirar e incentivar as mulheres a viajarem, independentemente de companhia, e que façam desta viagem uma experiência inesquecível!

 
Viva Disney e Orlando: Em uma postagem, você contou a sua experiência de viajar sozinha para Orlando. Quais foram as maiores vantagens de viajar sozinha para a cidade?
 
Denise Tonin: Eu sou suspeita para falar sobre viajar desacompanhada, pois amo e acho que tudo se torna muito mais fácil, pois não há negociação com ninguém! Fazemos exatamente o que queremos e na hora que é mais apropriada. Em relação aos parques, foram duas as grandes vantagens: A primeira: sempre arrumar lugar fácil nos restaurantes e não perder muito tempo com isso. Os parques são grandes e há muita coisa para ver e fazer. Então, ser ágil na hora das refeições é ótimo! A segunda e maior vantagem é usar – quando disponível – a Single Rider, uma fila para quem está sozinha ou para quem não se importa de ir na atração sem seus familiares e/ou parceiros de viagem. Isso poupa um tempo enorme e você consegue aproveitar muito mais. Perdi a conta de quantas vezes fui no simulador do Harry Potter por conta de usar a Single Rider! hahaha
 
Viva Disney e Orlando: E as maiores desvantagens?
Denise Tonin: A desvantagem de viajar desacompanhada é não ter com quem dividir as despesas de hospedagem que, em determinados destinos, se tornam bem mais caras. No caso específico de Orlando, me incomodou não alugar um carro e depender do transporte do hotel em que estava. Isso me fez perder muito tempo indo e vindo. Seria mais interessante alugar um carro, pois te dá mais agilidade na hora de explorar a cidade, além dos parques. Você não vê quase ninguém andando a pé pelas ruas. Me senti um ET indo ao supermercado a pé.

Viva Disney e Orlando: Como era a sua programação nos parques?
Denise Tonin: Eu planejei cada dia de cada parque, começando e sempre priorizando as atrações e brinquedos que mais queria ver. Não deixei de fazer nenhum! Mas meu roteiro era flexível – a vantagem de viajar sozinha – até porque depende muito da hora em que você chega ao parque. Quando você chega ao parque, poderá encontrar um ou outro brinquedo com mais filas. Se tem tudo planejado, pula para outra coisa, sem ficar perdendo muito tempo. Porque o mais fácil nos parques é se deixar levar por mil coisas acontecendo. Quando você se dá conta o tempo voou e você não fez o que mais queria! Muito importante fazer uso do FastPass para os brinquedos mais procurados!
 
Viva Disney e Orlando: E como era a alimentação no dia a dia?
Denise Tonin: Nos primeiros dias, como havia feito compras no supermercado, levei sanduíches e frutas e depois saía para jantar pela cidade. Nos últimos dias passei a me alimentar nos parques mesmo, fazendo lanches, com exceção da Universal, onde quis experimentar o Bubba Gump Shrimp e o Caldeirão Furado.
 
Viva Disney e Orlando: Que dicas você daria para alguém que deseja viajar sozinha para Orlando?
Denise Tonin: Foi, sem dúvida, a viagem mais difícil de planejar por conta da quantidade de parques e brinquedos. São muitos detalhes para pensar e sempre queremos aproveitar ao máximo! Para a maioria das pessoas, ir a Disney é um sonho de vida! Então, minha recomendação é que as pessoas comecem seu planejamento com antecedência, pesquisem muito em sites especializados em Orlando e Disney para ter as informações atualizadas e as super dicas com segredinhos para aproveitar melhor os parques. É uma viagem em dólar, que para nós não está fácil, então, é mandatório aproveitar ao máximo! A outra dica que quero deixar aqui é: não tem idade para ir a Disney e ser feliz! Fui aos 48 anos e aproveitei tanto quanto aproveitaria se fosse criança ou adolescente! Talvez até mais! Você vai encontrar pessoas de todas as idades e ninguém vai ficar olhando para você por conta da sua idade ou se você está sozinha. Simplesmente vá! É inesquecível e quero repetir, em breve!

Se você quiser saber mais dicas, basta ler um artigo publicado no Viajante Solo em que Denise  conta como é viajar sozinha para Orlando. Para acessar, clique aqui. 

O Novo Lar de Nívea Stelmann e a família

Atriz, apresentadora e mãe coruja. Nívea Stelmann não pensou duas vezes quando surgiu a oportunidade de se mudar para os Estados Unidos. A procura de um lugar mais tranquilo para criar os filhos, Orlando acabou se tornando o novo lar dela e da família.

Antes mesmo de se mudar, Nívea já tinha uma proposta de trabalho. E com uma carreira brilhante, o sucesso era anunciado, ganhou o próprio programa. O Nívea Stelmann na América , exibido no canal CBTV, apresenta o melhor dos Estados Unidos e da Flórida para os brasileiros.

Em uma conversa com o Viva Disney e Orlando, Nívea se diz apaixonada pela Disney. Apesar de estar há 7 meses com a nova rotina, ela conta que ainda se sente como uma turista. Veja a entrevista completa abaixo:

Viva Disney e Orlando: Por qual motivo você decidiu morar em Orlando?

Nívea Stelmann: Queria um lugar que fosse tranquilo e que ao mesmo tempo tivesse diversão, uma cidade do interior mesmo. Meu foco sempre foi meus filhos.

 

Viva Disney e Orlando:  Qual era a sua relação com a cidade antes da mudança?

Nívea Stelmann: Eu vinha muito de férias pra cá. Amo a cidade e tudo que ela tem pra oferecer.

Viva Disney e Orlando: Qual foi a maior dificuldade na mudança para os  Estados Unidos?

Nívea Stelmann: Só mesmo a saudade da família e os amigos. O resto só alegria, zero de dificuldades 😉

Viva Disney e Orlando: Conte como surgiu a oportunidade de apresentar o próprio programa no canal CBTV em Orlando.

 

Nívea Stelmann: Recebi um convite do Cláudio Costa, um dos donos da TV. Ele sabia que eu estava de mudança para os Estados Unidos e juntamos o útil ao agradável.

 

Viva Disney e Orlando: Qual é o seu lugar de entretenimento preferido em Orlando?

 Nívea Stelmann: Disney. Sou louca por esse universo.

 

Viva Disney e Orlando: Que dicas, além dos pontos turísticos clássicos, você daria para os nossos leitores?

Nívea Stelmann:  Cheguei tem 7 meses, ainda estou bem turista na cidade, rs. A cidade tem muito a oferecer, de gastronomia a diversão e compras. Acho muito completa.

Viva Disney e Orlando:  Que dica você daria para as famílias que têm o sonho de morar nos Estados Unidos?

Nívea Stelmann: Procure um advogado de imigração para saber qual visto você pode tirar para morar aqui. A minha dica é que venham legalmente para não sofrerem e se arrependerem. O dia a dia não é fácil.

Viva Disney e Orlando:  Deixe um recado para os nossos leitores acompanharem o programa Nívea Stelmann na América.

Nívea Stelmann: Obrigada pelo carinho e amor de todos vocês. Muito bom poder estar aqui e continuar trabalhando para os brasileiros.

Acompanhe o programa de Nívea no Canal CBTV. Exibido às terças-feiras, com reprise toda 5ª, 6ª e sábado.

As imagens dessa postagem foram feitas pela Fotos em Orlando. Nós já fizemos uma matéria com eles, veja aqui.

Das corridas ao felizes para sempre

HH1_1453

 As corridas da Disney sempre fizeram parte da história do casal americano Carissa Anne e Westin Galloway. Carissa correu pela primeira vez em uma maratona da Disney quando estava no ensino médio e hoje é uma das anunciantes da marca. Já Westin herdou do pai a paixão pelas corridas. Ele é filho de Jeff Galloway, atleta Olímpico e consultor da RunDisney.

E foi durante uma dessas corridas em Walt Disney World Resort que Carissa e Westin começaram uma história de amor. No dia 24 de fevereiro, na linha de chegada da Disney Princess Weekend 10K, Carissa vivenciou uma das mais felizes surpresas da sua vida, um pedido de casamento. No seu Instagram, ela diz que essa foi a linha de chegada mais feliz que já cruzou.

Carissa é formada em Jornalismo pela University of Central Florida e em Ciências da Nutrição e Dietética pela Keiser University. Após uma carreira de sucesso como apresentadora de programas esportivos, incluindo na ESPN, ela se tornou especialista em nutrição e vida fitness participando de diversos programas de TV. Como profissional do esporte, ela acredita que a prática de exercícios com o companheiro é uma motivação a mais.

 

 

Viva Disney e Orlando fez uma entrevista com Carissa que contou um pouco sobre essa incrível experiência de ser pedida em casamento na linha de chegada de uma Maratona Disney. A entrevista foi traduzida para o português.

Viva Disney e Orlando: Você não suspeitou, em qualquer momento, que o pedido de noivado pudesse ser naquele dia?

Carissa Anne: Eu sabia que Westin procurava por anéis, mas não esperava na linha de chegada. Eu pensei que ele nunca iria propor quando estava totalmente cansado de uma corrida, mas ele fez! Na verdade, era um lugar perfeito, já que algumas de nossas primeiras conversas aconteceram nas linhas de chegada da RunDisney.

Viva Disney e Orlando: Qual foi o seu sentimento no momento em que ele fez a surpresa na linha de chegada?

Carissa Anne: Fiquei sem palavras e muito feliz. Nós dois sabíamos que queríamos nos casar um dia e vê-lo se ajoelhar e me perguntar… Se tornou o momento mais feliz da minha vida.

Viva Disney e Orlando: Você prestou atenção na reação das pessoas ao seu redor?

Carissa Anne:  Na verdade, não. Eu estava apenas olhando para ele e curtindo nosso momento. Westin convidou nossas famílias para estarem lá no momento e tão pouco depois eu consegui vê-las, abraçar e celebrar com elas.

Viva Disney e Orlando: O que você fez depois do pedido de noivado?

Carissa Anne: Nós não tivemos muito tempo para comemorar. Nós tiramos algumas fotos e depois fomos a um Starbucks! Eu sou uma das anunciantes da corrida para RunDisney, então eu precisava estar presente durante as corridas das crianças.

Viva Disney e Orlando:  Você poderia dizer de onde surgiu a sua paixão pelas corridas da Disney?

 

Carissa Anne: Sempre fui uma fã da Disney e, em 2004, fui convidada a ser uma das anunciantes da RunDisney, que naquela época era apenas o Disney Marathon. Eu corri em uma maratona Disney pela primeira vez durante meu ensino médio (High School), por isso foi um ajuste perfeito e fiquei emocionada por me tornar uma locutora da RunDisney nos últimos 14 anos. Westin é filho de Jeff Galloway, um olímpico dos Estados Unidos de 1972 e consultor de treinamento RunDisney. Como consultor, o pai de Westin executou todas as 25 Marathons de WDW e levou o filho, meu futuro marido, em todas elas. A RunDisney tem sido uma parte de nossas vidas há bastante tempo.

Viva Disney e Orlando: Você e seu noivo participam de muitas maratonas juntas. Como profissional de saúde, quais são os benefícios de praticar esportes com seu parceiro?

Carissa Anne: Todos sabemos os benefícios para a saúde do exercício em geral, mas ter um parceiro que gosta de fazer isso com você é ainda mais especial. Nós nos motivamos, nos apoiamos e nos tornamos uma só pessoa. É um momento especial para conversarmos juntos. O treinamento de maratona pode ser difícil, mas ter alguém do seu lado para motivá-lo torna um pouco mais fácil.

Viva Disney e Orlando: O que você espera para o seu futuro?

Carissa Anne: Mais milhas, mais sorrisos, linhas de chegada mais felizes. Este final da Enchanted 10k é apenas o começo do nosso futuro juntos. Nós estamos viajando para Barcelona na próxima semana para também correr no 2018 Barcelona Marathon.​

O lugar mais encantado da terra continua a ser palco de incríveis surpresas como essa que  acabamos de contar. Se quiser acompanhar mais sobre outros pedidos de casamento, basta navegar por essas postagens: “O amor está no ar em Orlando”, “Castelo da Cinderela é cenário para um pedido de casamento”, “Uma romântica surpresa em dose dupla“, “Uma União Mágica” e “Amor sem escalas no aeroporto de Orlando”.

Um encontro memorável com o astronauta Marcos Pontes

No dia 30 de março de 2006, o brasileiro natural de São Paulo, Marcos Pontes partiu para a maior jornada da sua vida. A bordo da nave russa Soyuz TMA-8, ele entrou para a história ao se tornar o primeiro astronauta brasileiro a chegar ao espaço. Formado em Engenharia Aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Marcos nem poderia imaginar que seria lembrado por muitas gerações.

Em 1998, a NASA selecionou Marcos para integrar o seu time de astronautas e com muita determinação, ele conseguiu ser escalado para o voo ao espaço. Após retornar, em 8 de abril de 2006, os fãs fazem de tudo para conhecê-lo.

Se você sempre sonhou em conseguir um autógrafo, uma foto ou conversar com primeiro astronauta brasileiro a chegar ao espaço, poderá ter essa grande chance no Kennedy Space Center.  Em 2018, Marcos Pontes estará presente nos dias 18 a 22 de janeiro e 16 a 22 de julho.

Viva Disney e Orlando conversou com Marcos Pontes e você confere a entrevista completa abaixo:

Viva Disney e Orlando: Conte para nós do Viva Disney e Orlando quando e por qual motivo você decidiu ser astronauta.

Marcos Pontes: Desde criança eu queria voar… ser piloto. Comecei minha carreira como eletricista aprendiz aos 14 anos para ajudar no orçamento em casa. Depois fui para a Academia da Força Aérea, fui piloto, piloto de caça, piloto de testes de aviões, e engenheiro aeronáutico formado no ITA. Aí decidi ser astronauta. Fiz mestrados em Mecânica Orbital e Engenharia de sistemas. Quando estava no meu doutorado, o Brasil entrou no programa da International Space Station (ISS) através da NASA, que exigiu que o Brasil fornecesse um profissional para ser astronauta da turma da NASA de 1998 para manutenção da ISS, e que ela, a NASA, fizesse a escolha. A Agência Espacial Brasileira (AEB) fez então um concurso público, eu me inscrevi e fui selecionado pela NASA. No ano que vem, completo 20 anos de trabalho com os projetos dos programas espaciais nos EUA e no Brasil. Veja mais detalhes no site e no livro “Missão Cumprida.

Viva Disney e Orlando: Como você se sente ao ser o primeiro brasileiro a viajar ao espaço?

Marcos Pontes: Fiquei muito honrado ao representar oficialmente o Brasil como astronauta profissional. Alias, é bom ressaltar que o Brasil é o único pais do hemisfério sul da Terra que possui um astronauta profissional a sua disposição. Espero que todo o Brasil esteja “comigo” na minha próxima missão espacial.

Viva Disney e Orlando: Como foi o treinamento para essa sua primeira viagem ao espaço?

Marcos Pontes: O treinamento de astronautas é composto:

 

– 70% treinamento técnico – operação, montagem, manutenção, e configuração de sistemas das espaçonaves.

– 15% preparação emocional com psiquiatras e psicólogos

– 10% preparação fisiológica, com médicos para entender seu corpo e validar sua saúde para as condições de espaço

– 5% preparação física (ginásio e piscina).

 
 

Viva Disney e Orlando: Com frequência você realiza palestras no Kennedy Space Center. Conte um pouco sobre o tema da palestras.

Marcos Pontes: Em 30 minutos, falo sobre minha vida, desde os tempos de Bauru até o espaço, como forma de motivar os jovens visitantes a acreditarem que é possível e realizarem seus sonhos. Incluo também curiosidades e fatos técnicos da vida no espaço, do equipamento e das operações.

Viva Disney e Orlando: Como que os brasileiros te recebem no Kennedy Space Center?

Marcos Pontes: A escala de astronautas pela NASA para o Centro de Visitantes do KSC é restrita. Nem todos os astronautas são convidados para representar a NASA junto ao público e receber visitantes de todo o mundo. Temos apenas dois “internacionais” na escala: eu e o astronauta mexicano Rodolfo Neri. É uma honra receber os brasileiros no KSC. É sempre muito bom o contato com nossos compatriotas.

Você pode adquirir produtos exclusivos do astronauta Marcos Pontes nesse link.  Lembrando que em 2018, o Astronauta estará no Kennedy Space Center nas seguintes datas: 18 a 22 de janeiro 16 a 22 de julho. A experiência está incluída no valor do ingresso.

 

A empresária por trás do entretenimento brasileiro em Orlando

Priscila Triska leva a peça Tamo Junto, do ator Marco Luque, para Orlando

“Trazer cultura de qualidade através do teatro para os EUA”. Essa é a proposta da Bis Entertainment comandada pela brasileira Priscila Triska em Orlando. Natural de Guarulhos, São Paulo, a empresária está há 17 anos morando na cidade. O foco e a determinação foram essenciais para Priscila se tornar um nome conhecido do entretenimento. É formada em administração pela Rollins College, universidade de Winter Park e fez um MBA Global. “Estudei durante um ano em cinco países: Holanda, Áustria, Suíça, China e Tailândia”, explica.

Durante 10 anos, Priscila trabalhou no SeaWorld como supervisora. Ela também é corretora de imóveis na Florida Connexion.  Com um currículo desses, o sucesso era anunciado. Com a missão de promover o melhor da arte e entretenimento do Brasil com renomeados artistas, escritores e diretores, a Bis Entertainment surgiu de um sonho e de saudades da cultura brasileira.

Com dois anos de existência, a empresa já conquistou o público e tem promovido grandes sucessos. Marco Luque, Heloísa Perrise, Leandro Hassum, Fábio Porchat, Mateus Solano, Klebber Toledo, Miguel Thiré, Wagner Santisteban e Whindersson Nunes foram alguns dos grandes artistas que já se apresentaram  e animaram a plateia. As peças acontecem não só em Orlando, mas também em Miami e Boston.

Bis Entertainment conquistou o prêmio Brazilian Press Awards como melhor produtora de 2017. É com grandes conquistas que Priscila se motiva cada vez mais e promete muitas novidades para o futuro.

O Viva Disney e Orlando conversou com Priscila Triska e você confere a entrevista completa abaixo:

Viva Disney e Orlando: Quando surgiu a ideia de criar a Bis Entertainment?

 

Priscila Triska: Começou sozinha, era um projeto que queria apresentar para alguns investidores clientes meus. Não tenho sócios e o primeiro espetáculo foi entre amigos, que deu muito certo e só fez a ideia crescer e se desenvolver.

 

Viva Disney e Orlando: Qual é a proposta da Bis Entertainment?

 

Priscila Triska: Trazer cultura de qualidade através do teatro para os EUA, inicialmente para Brasileiros.

 

Viva Disney e Orlando: Quais foram as peças de teatro que vocês já levaram para Orlando?

 

Priscila Triska: Aonde está você agora (Klebber Toledo e Wagner Santisteban); O grande amor da minha vida (Thiago Martins e Fernanda Pontes); E foram quase felizes para sempre (Heloísa Perisse); Lente de Aumento (Leandro Hassum); Rindo com Hassum (Leandro Hassum); Selfie (Mateus Solano e Miguel Thiré); Fora do Normal (Fábio Porchat); Proparoxítona (Whindersson Nunes); Tamo Junto (Marco Luque); Festival de Comédia (Hassum, Paulinho Serra, e convidados); Tributo à Cazuza (SETEMBRO 2017); Turma da Monica (OUTUBRO 2017);

Viva Disney e Orlando: Em que locais acontecem as peças?

 

Priscila Triska: Orlando, Miami, e Boston

Viva Disney e Orlando: Qual é o perfil do público das peças de teatro?

 

Priscila Triska: Brasileiros residentes, turistas em períodos específicos, e americanos que acompanham amigos e familiares brasileiros através de tradução simultânea.

Viva Disney e Orlando: Quais são as novidades que vocês planejam para o futuro da Bis Entertainment?

Priscila Triska: Vem muita coisa boa por aí! (risos). Estamos diversificando e expandindo e a ideia é atingir cada vez mais comunidades com essa arte tão linda!

Viva Disney e Orlando:  O que você diria para os turistas brasileiros assistirem as peças em Orlando?

Priscila Triska: Muitos dos espetáculos não rodam o Brasil inteiro, e o Brasil inteiro vem pra Orlando. Acho legal os turistas terem esse contato próximo com os artistas e tirarem um tempinho para curtir uma atração tão brasileira fora do país. O teatro ainda enfrenta muitas barreiras no Brasil, e queremos ajudar a quebrar isso por aqui.

A corretora de imóveis que conquista brasileiros em Orlando

 

Denise Batista nasceu em Passos, Minas Gerais. Era advogada no Brasil e estava estudando para concurso público de magistratura. Porém, na época, aproveitou que o noivo morava em Orlando e decidiu passar uma temporada na cidade. Denise não imaginava que seria nos Estados Unidos que uma mudança na carreira e na vida estariam a caminho: “Me apaixonei por Orlando e senti que nunca mais queria voltar a morar no Brasil. Não foi nada planejado…”.

Desde 2006, Orlando passou a ser o lar dessa brasileira que decidiu arriscar em uma nova carreira, a de corretora de imóveis na Flórida. “Sempre gostei de vender e acho que isso é um dom. Então, resolvi investir nesse mercado”, explica. O foco e a determinação fizeram de Denise Batista um dos nomes mais conhecidos na venda de imóveis. E tanto reconhecimento é por causa do amor pelo trabalho. “Recebo emails, ligações e mensagens 24 hs por dia, 7 dias por semana, não é fácil, mas eu amo muito o que faço. Busco o meu melhor todos os dias”, destaca.

 

Denise é associada da Florida Connexion.”Aqui na Flórida quando você tira a licença de corretora você precisa escolher uma imobiliária para registro. A que mais gostei foi a Florida Connexion, explica.

 

Hoje, Denise Batista se divide entre família e carreira. E o seu estilo de atendimento tem chamado a atenção dos brasileiros que procuram um imóvel em Orlando e região.

O Viva Disney e Orlando conversou com Denise que tirou dúvidas sobre o mercado imobiliário da cidade. Veja a entrevista abaixo:

Viva Disney e Orlando: Há muitos brasileiros procurando por imóveis em Orlando?
Denise Batista:  Sim, o mercado está muito aquecido. Todos os dias recebo emails de pessoas que estão no Brasil e querem investir em Orlando. Eu atendo por email, telefone, skype, facetime, whatsapp, e claro também atendo pessoalmente quando o cliente está em Orlando. Geralmente o primeiro contato é online. Na maioria das vezes o cliente vem para Orlando me conhecer e escolher o imóvel.

Viva Disney e Orlando: Qual é o perfil das pessoas que compram com você?
Denise Batista: A grande maioria dos meus clientes são investidores que moram no Brasil e querem dolarizar o patrimônio. Tenho clientes mais conservadores que preferem comprar um imóvel residencial e deixar alugado por contrato de 1 ano (o que é muito estável) e tenho clientes que querem usar o imóvel com a família e deixar alugado por temporada quando não estiverem usando (esse já é um investimento mais arriscado, pois você não tem uma garantia de quando a casa será ou não alugada, mas com meu auxilio e seguindo tudo direitinho temos conseguido um retorno muito bom e os clientes estão satisfeitos).

Viva Disney e Orlando: Onde estão localizadas as casas que você vende?

 

Denise Batista: Minha licença é no Estado da Flórida, mas como tenho dois filhos pequenos decidi atuar em Orlando e região (Windermere, Winter Garden, Lake Nona, Winter Park, Kissimmee e Davenport). O local residencial que mais vendo hoje é Winter Garden, região extremamente atraente para investidores, pois os preços ainda estão baixos e a área está crescendo e valorizando muito. E na região de férias, o local que mais vendo é Kissimmee (pertinho da Disney).

Viva Disney e Orlando: Como são as casas?


Denise Batista: Nós temos as townhouses (casas geminadas) e as single family houses (casas individuais). Geralmente 3 ou mais quartos. Se for para férias, as que mais vendo são as single family com piscina privativa, pois quem está alugando uma casa em Orlando para passar férias com sua família busca conforto e privacidade. Se for para investimento residencial, o que mais vendo são as casas menores, com 3 quartos, sem piscina, porque o interessante aqui é o investidor não gastar muito, e sim conseguir comprar a casa em uma boa região, com escolas, pois é isso que as pessoas que alugam por contrato de 1 ano vão estar buscando.

 

Viva Disney e Orlando:  Qual é o diferencial de comprar com você?

 

Denise Batista: O grande diferencial do meu trabalho é meu atendimento, pois eu coloco as necessidades dos meus clientes sempre em primeiro lugar. Analiso o perfil de cada cliente e só ofereço o que realmente for um bom negócio para ele. Sou extremamente transparente e sincera, mesmo que isso me custe não finalizar a venda. Além de corretora, presto uma assessoria completa aos meus clientes que estão investindo ou se mudando para Orlando. Faço o total acompanhamento do cliente durante o processo de compra ou venda do imóvel. Acompanho as construções e oriento o meu cliente antes, durante e após o recebimento do imóvel. Indico os melhores profissionais e parceiros para que o cliente tenha conforto e segurança. Auxilio na negociação de valores e aquisição de empréstimos e financiamento. Atualmente sou um dos profissionais com mais avaliações positivas, vocês podem ver os depoimentos dos meus clientes no meu  site e na minha página profissional do Facebook.

Viva Disney e Orlando: Como é o processo para um brasileiro adquirir imóveis na Flórida?

 

Denise Batista:  Primeiro, o cliente precisa escolher o corretor, pois aqui na Flórida temos um sistema único de banco de dados (o MLS) onde temos acesso a todos os imóveis disponíveis no mercado, por isso o cliente trabalha com um único corretor. Depois, o cliente precisa definir a finalidade do imóvel, se é para moradia ou investimento. Se for investimento tem que definir se vai ser um imóvel residencial ou destinado a aluguel de férias. Em seguida, é preciso definir o tipo do imóvel (apartamento, casa geminada, casa individual). Também é extremamente importante definir o valor do investimento e a forma de pagamento (a vista ou financiado), pois temos imóveis de todos os preços, eu por exemplo já vendi imóvel de $150.000,00 financiado e de $2.000.000,00 à vista.

Viva Disney e Orlando: Que dicas você daria para um brasileiro que deseja se mudar para Orlando?

 

Denise Batista: Fiz um vídeo no meu canal do Youtube  justamente com esse tema… vamos lá: Primeiro é importante definir qual o melhor local, estado, cidade para você e sua família. Segundo, é necessário definir o que você vai fazer aqui, pois se por exemplo você vem estudar, é melhor já tirar o visto de estudante no Brasil. Terceiro passo é fazer uma reserva financeira e vir preparado para os primeiros meses. E por último é ter muita garra, dedicação e disciplina. Acredite em você e corra atrás do seu sonho. O seu futuro está unicamente nas suas mãos. Não deixe ninguém falar que você não pode fazer… você pode tudo desde que batalhe para isso. Eu cheguei em Orlando com duas malas, são 11 anos de luta e dedicação, mas valeu muito a pena. Aliás, gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer a todos os clientes que confiaram no meu trabalho e me deram a oportunidade de crescer profissionalmente. Muitos clientes não me conhecem pessoalmente e confiam em mim, isso é muito gratificante. Também quero agradecer a você Pablo e ao seu Blog Viva Disney e Orlando pelo profissionalismo e preocupação em passar informações corretas e atuais para os leitores. Eu sou muito grata a Deus por tudo que alcancei até aqui e sei que ainda tenho muito trabalho e muitas conquistas pela frente.

 

Uma brasileira apaixonada pela Disney

Juliana Cristina começou a se apaixonar pelo mundo da Disney na infância com o incentivo da própria mãe. Ela assistia as propagandas do Walt Disney World Resort nas fitas VHS e tinha o sonho de conhecer um dos lugares mais encantadores da terra. Em 2015, quando adulta, conseguiu realizar a sua primeira viagem à Disney. Juliana conta que a emoção começou quando avistou o castelo de longe e foi nesse momento que algumas lágrimas surgiram. “Foi simplesmente mágico, não acreditava que aquele sonho estava se realizando, vivi dias de emoção e alegria como nunca na minha vida”, relata.

Juliana aproveitou cada instante da incrível viagem. Ela dançou com o Pluto, conversou com a Cinderela, brincou com o Pateta e abraçou o Mickey. E os autógrafos dos personagens foram diferentes do convencional. Ao invés de livro, as princesas deram autógrafos nas roupas de suas bonecas de coleção da Disney.

O pedido de casamento não poderia ser em outro lugar. O companheiro Anderson Cavalli aproveitou que o Magic Kingdom estava comemorando o Valentine’s Day (dia dos namorados americano) e decidiu fazer uma surpresa para a amada. “Nós já tínhamos decidido nos casar antes mesmo de viajarmos para a Disney, porém, ele aproveitou a oportunidade e oficializou o pedido em frente ao castelo”, conta Juliana.

E claro que esse é o dia mais importante para uma mulher, inclusive para a Juliana que até se atrapalhou um pouco na hora da foto. “Emoção era tudo que sentia naquele momento, felicidade e muita gratidão também, um pouco de timidez talvez, pois todos da fila aplaudiram e isso me deixou um pouco sem graça, tanto é que errei a plaquinha de resposta e todos começaram a gritar que estava com a plaquinha errada”, relembra.

Para Juliana, um casal que viaja para Disney não pode deixar de tirar uma foto clássica em frente ao Castelo da Cinderela e jantar no Be Our Guest, local que, para ela, é muito elegante e romântico. E a paixão do casal deu tão certo que eles casaram e foram passar a lua de mel na Disneyland de Paris. Mesmo conhecendo esses dois complexos, Juliana diz que o da Flórida é especial e eles já planejam retornar. No final da entrevista, Juliana deixou um recado: Nunca desista dos seus sonhos, viva cada dia para realizá-los, nenhum sonho é grande ou distante demais, é só a gente acreditar.

A Juliana tem um blog e se você quiser acompanhar dicas da Disney e outros assuntos, basta visitar o Blog By Jú Cristina. Visite aqui.

A arte de eternizar momentos em Orlando

image2 (1)

“Contar histórias das pessoas de um jeito especial”. É isso que o casal de fotógrafos Fernanda Tineli e William Nacar realizam através da Fotos em Orlando. Um trabalho que tem chamado cada vez mais atenção dos brasileiros que desejam um ensaio fotográfico pela cidade.

Fernanda já era fotógrafa no Brasil e após a mudança para Orlando, viu uma oportunidade. Tudo começou com clientes americanos e logo a qualidade do serviço conquistou os brasileiros. Entre os trabalhos estão ensaios de casamento, com famílias, crianças, casais e gestantes. E se você procura ensaios na Disney, o Fotos em Orlando é especialista. O sucesso é tanto que Fernanda e William já fotografaram famosos como Larissa Manoela, Kaká e Nívea Stelmann.

Viva Disney e Orlando conversou com Fernanda e você confere a entrevista abaixo:

 

Viva Disney e Orlando: Quando surgiu a ideia de se mudar para Orlando?

Fernanda Tineli: Meu marido era músico no Brasil e recebeu um convite para entrar em uma banda daqui da Flórida, sempre vínhamos passear e sempre amamos Orlando, achamos uma oportunidade maravilhosa!

O casal de fotógrafos Fernanda e William  comandam o Fotos em Orlando 

Viva Disney e Orlando: Conte como surgiu o projeto Fotos em Orlando?

Fernanda Tineli: Eu já era fotógrafa no Brasil e quando cheguei aqui ia quase todo dia na Disney tirar fotos do parque. Depois da recepção super positiva dos meus seguidores no meu perfil de fotografia internacional (@fertineli), eu decidi começar a fazer o mesmo trabalho que eu já vinha desenvolvendo com meus clientes americanos, só que dentro dos parques e com clientes brasileiros. Daí não teve jeito, tive que montar outro perfil para postar somente em português e um conteúdo extremamente voltado aos parques! O mais engraçado foi que a proporção foi ficando maior e hoje eu diria que 80% do meu fluxo de clientes vem do Fotos em Orlando, e isso me deixa extremamente realizada. Atualmente eu conto com a ajuda do meu marido William que além de músico é fotógrafo e filmmaker, nos dias de semana, quando ele não está viajando com a banda, ele sempre está comigo clicando ou editando no nosso estúdio, isso me permite entregar os trabalhos super rápido, e é algo que eu não abro mão.

Viva Disney e Orlando:  Quem é o público-alvo de vocês?

Fernanda Tineli: No Fotos em Orlando nós atendemos pessoas do Brasil todo, que estão aqui visitando os parques e fazendo compras, mas também atendemos brasileiros que moram aqui nos EUA. De vez em quando fotografamos até uns gringos, como já fizemos: americanos, egípcios, paraguaios e canadenses.

Viva Disney e Orlando:  Conte como é a relação de vocês com os clientes?

 

Fernanda Tineli: A relação é muito próxima, nós como bons brasileiros sabemos da importância em dar atenção e criar uma conexão com os clientes, afinal nós temos a responsabilidade de registrar da forma mais verdadeira possível, os momentos mágicos deles aqui em Orlando! Não temos horário, as vezes eu atendo clientes pelo WhatsApp ou Instagram na madrugada, se eu estou acordada, sou muito “workaholic”.

Viva Disney e Orlando: Vocês já fotografaram famosos brasileiros em Orlando. Conte para nós quais foram as personalidades brasileiras que vocês já fotografaram.

Fernanda Tineli: Sim já fizemos alguns, entre eles, Larissa Manoela, Kaká, Nívea Stelmann, Danny Pink, alguns jogadores de futebol, entre outros. Todos eles foram super legais com a gente durante as sessões e nós fazemos questão de dar o mesmo tratamento especial para todos os clientes, famoso ou não rsrs.

Viva Disney e Orlando:  Como funciona o dia da sessão de fotos?

Fernanda Tineli: As sessões são super diferentes, apesar de termos respeito pela fotografia tradicional (aquela em quem as pessoas todas olham sorrindo para a câmera por exemplo), nós procuramos seguir um estilo mais moderno e descontraído, onde basicamente fazemos muitas fotos espontâneas, o que eu acredito que transmite um sentimento muito maior para quem vê as fotos! Temos sessões que duram minutos e temos sessões que duram horas, isso depende bastante do que a pessoa procura.

Viva Disney e Orlando: Muitas sessões de fotos acontecem no Magic Kingdom. Conte como é o procedimento para fotografar na Disney.

Fernanda Tineli: Sempre friso que não competimos com o serviço da Disney, 80% dos meus clientes também contratam o memory maker (photopass). Nós sempre fazemos fotos em lugares mais reservados e procuramos dar uma identidade para os ensaios, algo bem exclusivo e único. Temos uma preocupação imensa de que as fotos não tenham outras pessoas de fundo, com isso você tem a sensação de que o parque foi exclusivo da pessoa fotografada em cada ensaio. Isso é muito difícil pois exige técnicas aprimoradas de composição e edição, e bastante paciência já que a Disney é sempre lotada.

Viva Disney e Orlando: Explique como funciona a escolha dos locais para as fotos?

Fernanda Tineli: Eu sempre começo perguntando se a pessoa tem alguma preferência. Alguns clientes já sabem o que querem, geralmente os parques. Mas quando eles ainda não sabem ao certo, eu tenho sugestões já que na região de Orlando existem muitos parques naturais, e até mesmo praias. Isso também varia bastante de acordo com a ocasião/motivo das fotos.

Viva Disney e Orlando: Qual é o plano de vocês para 2018?

Fernanda Tineli: O plano é expandir ainda mais o nosso alcance e  começar  a atender mais gringos. Acho super legal conhecer outras culturas, e é sempre bom para colocar o inglês em prática. Além do inglês, tenho formação em italiano, e adoraria conhecer mais italianos e também trabalhar com eles por aqui.

 

Viva Disney e Orlando:  Deixe um recado para os nossos leitores que queiram utilizar o Fotos em Orlando.

Fernanda Tineli: Nós adoraríamos conhecer vocês e contar a sua história através das nossas lentes. No nosso site você poderá conhecer o nosso trabalho com opções de chamar direto no WhatsApp e olhar todo nosso feed do Instagram. Vai ser um prazer falar com vocês!